Domingo
23 de Junho de 2024 - 

STANCHI & OLIVEIRA

Cotação da Bolsa de Valores

Bovespa 0,92% . . . .
Dow Jone ... % . . . .
NASDAQ 0,02% . . . .
Japão 1,86% . . . .

Previsão do tempo

Segunda-feira - Rio de Jane...

Máx
32ºC
Min
24ºC
Chuva

Terça-feira - Rio de Janei...

Máx
34ºC
Min
26ºC
Parcialmente Nublado

Quarta-feira - Rio de Janei...

Máx
35ºC
Min
27ºC
Parcialmente Nublado

Quinta-feira - Rio de Janei...

Máx
34ºC
Min
26ºC
Parcialmente Nublado

Controle de Processos

CNJ reúne autoridades no II Encontro do Sistema de Justiça

CNJ REÚNE AUTORIDADES NO II ENCONTRO DO SISTEMA DE JUSTIÇA O evento tratou da área da infância e juventude e debateu o acolhimento familiar   16/08/2023   Atualizado há 175 dias Na terça-feira (15/08), foi realizado o II Encontro do Sistema de Justiça, promovido pelo Conselho Nacional de Justiça (CNJ). O evento reuniu autoridades e especialistas internacionais para debater o tema “A excepcionalidade da medida protetiva de acolhimento e a preferência do serviço de família acolhedora”. O encontro aconteceu no auditório do CNJ, com transmissão ao vivo pelo canal do CNJ no YouTube.  O objetivo do encontro é sensibilizar gestores públicos, atores do Sistema de Justiça e membros da sociedade civil envolvidos com este serviço para debater as hipóteses em que esta medida protetiva de acolhimento em Família Acolhedora há de ser prioridade. A programação contou com 4 painéis com os temas: “Serviço de Família Acolhedora no Brasil: panorama, avanços e desafios”, “Criança e adolescente em medida protetiva: a prioridade da prioridade”, “Boas Práticas” e “Estratégias de apoio à implantação de acolhimento em família acolhedora”.  A juíza de Direito titular da Vara da Infância e Juventude de Ponta Grossa, coordenadora estadual e membra do Conselho de Supervisão dos Juízos da Infância e da Juventude (Consij) do Tribunal de Justiça do Estado do Paraná (TJPR), Noeli Reback, palestrou no 4° painel do Encontro, e apresentou algumas das atividades realizadas pelo TJPR, além de reforçar a importância da união dos poderes quanto a implantação de acolhimento em família acolhedora: “A gente tem algumas experiências que deram muito certo, no Paraná a gente fez em termos do Tribunal de Justiça uma prática muito interessante, onde o poder judiciário elaborou um manual para sensibilizar os magistrados sobre o tema. Nós temos que pôr a mão na massa mesmo, e temos que trocar experiência, um ajudar o outro para ver o resultado.”   Confira a programação do II Encontro do Sistema de Justiça!   
16/08/2024 (00:00)
Visitas no site:  22970975
© 2024 Todos os direitos reservados - Certificado e desenvolvido pelo PROMAD - Programa Nacional de Modernização da Advocacia