Domingo
23 de Junho de 2024 - 

STANCHI & OLIVEIRA

Cotação da Bolsa de Valores

Bovespa 0,92% . . . .
Dow Jone ... % . . . .
NASDAQ 0,02% . . . .
Japão 1,86% . . . .

Previsão do tempo

Segunda-feira - Rio de Jane...

Máx
32ºC
Min
24ºC
Chuva

Terça-feira - Rio de Janei...

Máx
34ºC
Min
26ºC
Parcialmente Nublado

Quarta-feira - Rio de Janei...

Máx
35ºC
Min
27ºC
Parcialmente Nublado

Quinta-feira - Rio de Janei...

Máx
34ºC
Min
26ºC
Parcialmente Nublado

Controle de Processos

EFA/JFES abre primeiro curso compartilhado do Fojures*

Publicado em 05/06/2024 O curso de desenvolvimento gerencial “O CNJ e as Competências Gerenciais no Judiciário 4.0” conta com a participação de servidores dos quatro tribunais que compõe o Fórum – TRF2, TRT17, TRE-ES e TJES A Justiça Federal do Espírito Santo (JFES), por meio de sua Escola de Formação e Aperfeiçoamento de Servidores (EFA), realizou na tarde de 04/6 a aula inaugural do primeiro curso compartilhado do Fórum Permanente do Poder Judiciário do ES (Fojures). O curso de desenvolvimento gerencial “O CNJ e as Competências Gerenciais no Judiciário 4.0” é apresentado pela servidora Aline Medeiros Vasconcelos, do 2º Juizado Especial Federal de Vitória, pela plataforma de videoconferência Zoom. Participam da capacitação gestores da Justiça Federal da 2ª Região (RJ e ES) e de 20 servidores dos tribunais parceiros: Tribunal Regional do Trabalho da 17ª Região (TRT17), Tribunal Regional Eleitoral do ES (TRE-ES) e Tribunal de Justiça do ES (TJES). Competências O curso iniciado nesta tarde tem carga horária de 15 horas, distribuídas em cinco aulas. As próximas aulas serão realizadas nos dias 6, 11, 12 e 13 de junho. Ao final das aulas, os gestores deverão estar aptos a: – Compreender e gerenciar conflitos de maneira construtiva, aplicando princípios de inteligência emocional e de comunicação não violenta (CNV), à luz da Política de Gestão de Pessoas do CNJ – Compreender que os conflitos internos podem ser uma fonte de crescimento e inovação quando abordados adequadamente, com o uso de ferramentas e estratégias específicas para promover uma cultura organizacional baseada na empatia, assertividade e colaboração – Desenvolver habilidades de inteligência emocional para reconhecer, compreender e regular as emoções durante conflitos – Dominar os princípios da comunicação não violenta para facilitar a resolução construtiva de conflitos – Promover uma abordagem positiva para conflitos, reconhecendo seu potencial como oportunidade de crescimento e aprendizado – Aplicar estratégias de escuta ativa e feedback no contexto específico das unidades judiciárias – Integrar as competências adquiridas na prática diária para melhorar o desempenho inpidual, fomentar a motivação da equipe, melhorar o clima organizacional, aumentar a produtividade e a qualidade dos serviços prestados à sociedade Pluralidade O diretor acadêmico da EFA, juiz federal Aylton Bonomo Júnior, fez a abertura oficial das atividades, enaltecendo a importância da presença de representantes dos quatro tribunais no evento. “A pluralidade dos debates sempre enriquece os cursos ministrados”, ressaltou. O magistrado lembrou ainda que “quando o servidor está capacitado é o jurisdicionado que sai ganhando, pois tem um serviço de melhor qualidade” e anunciou que novos cursos serão oferecidos pela EFA e pelas Escolas dos outros tribunais através do intercâmbio do Fojures.     *Fonte: JFES Compartilhar: Assuntos:FojuresSJESTRF2
05/06/2024 (00:00)
Visitas no site:  22970596
© 2024 Todos os direitos reservados - Certificado e desenvolvido pelo PROMAD - Programa Nacional de Modernização da Advocacia